Sexta, 24 Abril 2015 00:57

Pastoral da Pessoa Idosa se reestrutura na Arquidiocese de Goiânia

 

“Valorizar e promover a pessoa idosa, dando-lhe a oportunidade para melhorar sua qualidade de vida, respeitando seus direitos por um processo educativo integrado à sua família e à comunidade”. Essa é a missão da Pastoral da Pessoa Idosa (PPI), que no ano passado celebrou 10 anos de fundação.

“Na prática, quer dizer fazer visitas domiciliares, para dar atenção às pessoas que vivem à margem da sociedade, com orientações espirituais, de saúde, prevenção de acidentes, cuidados com a prevenção de doenças, e orientações quanto ao exercício dos direitos constitucionais de cidadania, além de fornecer dados sobre a situação dos idosos no Brasil ao Ministério da Saúde”, explica o coordenador arquidiocesano da pastoral Elesio Dino Fonseca.

A pastoral atua na Arquidiocese de Goiânia desde 2005. Já esteve presente em 22 paróquias, mas foi reduzida a três. Elesio diz que são inúmeros os desafios para manter a PPI. “Devido a dificuldades financeiras e também pela falta de voluntários, o trabalho foi praticamente interrompido, permanecendo apenas em três paróquias”.

Frutos

Atualmente a pastoral conta com um representante no Conselho Municipal da Pessoa Idosa de Goiânia e de Trindade. A PPI também se orgulha de ter participado dos esforços que culminaram com a criação da Delegacia de Proteção ao Idoso de Goiânia e ter colaborado, em anos passados, com a Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) na distribuição de cobertores aos necessitados.

Recentemente a pastoral participou de um dia de palestras para pessoas idosas, realizado no Céu das Artes em Trindade, em que esteve presente representante da Administração Municipal, uma pedagoga, um fisioterapeuta, entre outros, motivando a realização de exercícios físicos, a prevenção de acidentes domésticos e a leitura.

Os voluntários são os chamados líderes comunitários, que são enviados em missão e têm como ponto central visitas às pessoas idosas, com 60 anos de idade ou mais, em especial àquelas em condição de fragilidade e situação de pobreza e abandono. O lema da pastoral baseia-se no versículo 12 do Salmo 90 (89), “Ensinai-nos a bem contar os nossos anos, e dai ao nosso coração sabedoria!”, em que o salmista apresenta uma visão realista e questiona: “O que é a vida humana perante a eternidade de Deus?”. Surge, então, a súplica para que o Senhor preencha essa vida breve com alegria, júbilo e sabedoria.

Reestruturação

De acordo com Elesio, a nova agenda de trabalho e de formação de novos líderes está sendo elaborada. A coordenação irá realizar uma reciclagem para os voluntários já treinados no segundo semestre deste ano. Em dezembro do ano passado, já houve uma assembleia da pastoral, no Centro Pastoral Dom Fernando (CPDF). A PPI estuda também a possibilidade de convidar outras pastorais e grupos de leigos ou ministérios que já fazem visitas domiciliares para se juntarem aos trabalhos.

Números

A pastoral atendeu no ano passado 171.515 pessoas no Brasil e 3.165 no Estado de Goiás. Na Arquidiocese de Goiânia foram 276.
Mais informações no site www.pastoraldapessoaidosa.org.br. A PPI em Goiânia está presente na seguinte página: www.facebook.com/ppigoiania

 


A Pastoral da Pessoa Idosa tem por objetivo assegurar a dignidade e a valorização integral das pessoas idosas, através da promoção humana e espiritual, respeitando seus direitos, num processo educativo de formação continuada destas, de suas famílias e de suas comunidades, sem distinção de raça, cor, profissão, nacionalidade, sexo, credo religioso ou político, para que as famílias e as comunidades possam conviver respeitosamente com as pessoas idosas, protagonistas de sua auto-realização.

Bispo referencial

Dom Adair Guimarães

Coordenador: Maria de Fátima Cipriano

Contatos: (62) 98565-0618
E-mail: fatimacipriano@hotmail.com
 

© 2018 CNBB Centro-Oeste - Todos os direitos reservados

Rua 93, nº 139, Setor Sul, CEP 74.083-120 - Goiânia - GO - 62 3223-1854