Quinta, 04 Mai 2017 19:47

Assembleia Nacional da Pastoral da Sobriedade reúne 70 agentes de todo o Brasil

Nos dias 21 a 23 de abril, a Pastoral da Sobriedade realizou Assembleia Nacional, no Instituto Boaventura, em Brasília. O evento, que de costume é sediado em Curitiba (PR), aconteceu pela primeira vez no Regional Centro-Oeste da CNBB (Goiás e Distrito Federal). Os trabalhos realizados durante os três dias tiveram a condução da coordenação nacional: Ana Godoy (coordenadora) e do padre João Ceconello (coordenador de formação). O arcebispo de Olinda e Recife (PE) e bispo referencial para a Pastoral da Sobriedade no Regional Nordeste 2 da CNBB, Dom Antônio Tourinho, desenvolveu o tema central.

A assembleia contou com a presença de 70 coordenadores e assessores eclesiásticos de todo o Brasil. Entre outros assuntos, foi tratado sobre a revisão e realização de alterações significativas no Regimento Interno da Pastoral da Sobriedade, com o objetivo de aperfeiçoar os trabalhos desenvolvidos em todo o país.

Dom Tourinho, em sua fala, abordou o tema, “O que tem a ver a Pastoral da Sobriedade com o Ano Mariano”. Segundo o arcebispo, “este é um ano para celebrar, comemorar, louvar a Deus e reaprender com Maria a seguir Jesus”. Ele salientou ainda que a Pastoral da Sobriedade é por excelência missionária, está inserida no contexto da Igreja do Brasil e caminha em conjunto assumindo os seus projetos. O arcebispo destacou também a importância de Maria como modelo para a pastoral. “Maria cuida com amor materno dos irmãos de seu filho. Isto é mais um motivo para que a Pastoral da Sobriedade creia e confesse que o papel preponderante de Maria na Igreja é o de mãe e como mãe, acolhe e não rejeita um filho que necessita de atenção”, ressaltou.

Nos momentos de trabalhos desenvolvidos pelos participantes, durante a assembleia, foi pedido para todas as coordenações regionais que fizessem um mapeamento dos grupos de autoajuda nas suas dioceses e acompanhassem de perto o cadastramento e o envio dos relatórios. A intenção é que os dados fornecidos à coordenação nacional sejam mais precisos. Por fim, foram apresentados alguns trabalhos realizados 2016 pelos regionais até a presente data, bem como o relatório do Fórum de Prevenção, que aconteceu em novembro do ano passado, em Brasília.

Campanha da Fraternidade

Em 2018, a Campanha da Fraternidade terá como tema, “Fraternidade e superação da violência”. A coordenadora nacional da Pastoral da Sobriedade, Ana Godoy, já foi convidada a falar sobre a atuação da pastoral, durante a 56ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil. Na ocasião, ela apresentará um relatório dos trabalhos desenvolvidos nos últimos 19 anos, além de enfatizar a importância da pastoral na Igreja.

 



Ação da Igreja Católica que busca a sobriedade como modo de vida. Sua metodologia é a terapia do amor que trata todo e qualquer tipo de dependências, drogas, depressão, compulsões. É alicerçado na palavra de Deus, pela vivência de 12 Passos que são desenvolvidos em reuniões nas paróquias. A atuação missionária da pastoral estende-se pelas Comunidades Terapêuticas, visitas às famílias, palestras nas escolas, parceria com outras pastorais e movimentos, e trabalho em rede, em parceria com órgãos governamentais e não governamentais, por meio de cinco frentes de atuação: Prevenção, Intervenção, Recuperação, Reinserção Social e familiar e Atuação Política.

Bispo referencial

Dom Fernando Brochini

Coordenador: Nilson Almeida Vieira



Contatos: (61) 99605-8940
E-mail: nilsom.vieira43@gmail.com
 

© 2018 CNBB Centro-Oeste - Todos os direitos reservados

Rua 93, nº 139, Setor Sul, CEP 74.083-120 - Goiânia - GO - 62 3223-1854