Segunda, 13 Março 2017 13:15

Lectio Divina com os jovens: “Em Jesus, há sempre mais a se ver do que as aparências”

No dia 11 de março, o bispo auxiliar de Goiânia Dom Moacir Arantes se encontrou com os jovens, na segunda noite da Lectio Divina (Leitura Orante da Palavra de Deus), que acontece todos os sábados da Quaresma, às 19h30, na Paróquia Universitária São João Evangelista, no Setor Leste Universitário. O tema dessa noite foi A Transfiguração do Senhor (Mt 17,1-9), em que Jesus conduziu três discípulos, Pedro, Tiago e João, a uma alta montanha e transfigurou-se diante deles.

Dom Moacir explicou aos jovens presentes que, nesse episódio, o lugar e o tempo são pontos importantes que dizem muito sobre nossas vidas. Em relação ao tempo, o trecho em que se diz seis dias depois (17,1) refere-se à primeira narrativa da Paixão do Senhor (16,21). Seis dias antes, Jesus tinha falado de sua Paixão e Pedro reagiu. “Quando Pedro diz: ‘Senhor, é bom estarmos aqui’, ele revela que não quer perder Jesus, não quer perder o amor que encontrou, e esse é o desejo do coração humano: segurar junto de si o que ama, porque é uma necessidade humana”, explicou. “Quem não pensa como Jesus vira uma pedra de tropeço no caminho de Deus”. Por isso, no anúncio da Paixão, o Senhor diz “vai para trás de mim, satanás” (16,23), e agora quem se manifesta é o próprio Deus: “Este é o meu filho amado, nele está meu pleno agrado: escutai-o” (17,5).

Já em relação ao lugar, o alto da montanha, Dom Moacir disse que é o ambiente próprio da experiência de Deus. “Em Minas Gerais temos muitas igrejas construídas no alto, de onde se vê melhor e mais longe. Tem gente que não vê longe porque vive nos lugares baixos de suas vidas”, confrontou. A escolha dos três discípulos também quer dizer muito. “Dos 12, ele leva três, pois são os discípulos mais íntimos, e quando isso ocorre, geralmente algo vai acontecer. Pedro foi o discípulo que Cristo confiou à Igreja; João, aquele a quem confiou sua mãe; Tiago, o primeiro a morrer martirizado”. Mas por que Jesus os escolhe? Conforme o bispo, porque ele só escolhe os íntimos para viver os momentos difíceis. E por que ele nos escolhe? “Porque conhece cada um. Jesus é o promotor da ação e eles sobem porque Jesus os leva. Quantas vezes, se Jesus não nos levar, nós não vamos?”, questionou. Moisés e Elias são citados porque eles são homens da experiência com Deus, no alto. “A montanha é ainda o lugar para conhecer a Deus e receber dele”.

Por fim, o bispo pediu aos jovens que não se acomodassem às coisas deste mundo, referindo-se às palavras de São Paulo (Rm 12,2). “Deixai-vos transformar nesta Quaresma. Em Jesus, há sempre mais a se ver do que as aparências. O fruto da Lectio Divina é a oração, e o fruto da contemplação é a decisão que nos leva à ação”. Como proposta de ação para a semana, ele pediu aos jovens que construíssem um projeto pessoal de vida. “Peguem o exemplo da vela que se desgasta, mas ilumina. Muitos, porém, se desgastam, mas não produzem luz alguma. Vocês não fazem ideia do que está para além das aparências”.

Neste sábado (18) o tema da Lectio Divina foi A Samaritana. No próximo sábado (25), será sobre A cura do cego de nascença. Os encontros seguem todos os sábados, às 19h30, até o dia 8 de abril, em que acontecerá a Celebração Penitencial. Recomenda-se que todos levem suas bíblias.



www.arquidiocesedegoiania.org.br 

ARCEBISPO

Dom Washington Cruz

(62) 3223-0759
curia@arquidiocesedegoiania.org.br 

Praça Dom Emanuel, s/nº - Centro, CEP. 74.013-020 Goiânia-GO Cx.Postal 174/74001-970

BISPOS AUXILIARES
Dom Levi Bonatto

Dom Moacir Arantes

 
MUNICÍPIOS: Abadia de Goiás, Aparecida de Goiânia, Araçu, Aragoiânia, Bela Vista de Goiás, Bonfinópolis, Brazabrantes, Caldazinha, Campestre de Goiás, Caturaí, Cristianópolis, Goiânia, Goianira, Guapó, Hidrolândia, Inhumas, ltauçu, Leopoldo de Bulhões, Santa Bárbara de Goiás, Santo Antônio de Goiás, São Miguel do Passa Quatro, Senador Canedo, Silvânia, Trindade, Varjão, Vianópolis.

 

 

© 2018 CNBB Centro-Oeste - Todos os direitos reservados

Rua 93, nº 139, Setor Sul, CEP 74.083-120 - Goiânia - GO - 62 3223-1854