Terça, 06 Fevereiro 2018 16:37

Coordenadores de pastoral fazem encaminhamentos para o Ano da Família

A primeira Reunião de coordenadores diocesanos e de pastoral, e presidentes de organismos, do Regional Centro-Oeste da CNBB, aconteceu no sábado (3), na sede do regional, em Goiânia. Em pauta, um diálogo aberto sobre o processo de avaliação desta porção da Igreja, realizada no fim do ano passado; perspectivas para 2018, para as dioceses e pastorais; e encaminhamentos para o Ano da Família.

Dom Levi Bonatto, bispo auxiliar de Goiânia e secretário do regional, presidiu a missa de abertura, na qual ele refletiu sobre o Evangelho do dia (Mc 6,30-34), em que narra a compaixão de Jesus pelo seu povo que estava como que ovelha sem pastor. “Naquele momento em que ele e os apóstolos deveriam descansar, Jesus tem compaixão do povo e vai ensiná-los sobre o Reino de Deus. Para nós coordenadores, a evangelização significa nos preocupar mais com os outros e com aqueles que serão atingidos pelo nosso trabalho cujo objetivo é o nosso próximo, mas sempre por amor a Jesus Cristo”, afirmou.

Na primeira parte da reunião, os membros de pastorais, organismos e dioceses, refletiram sobre a identidade do Regional Centro-Oeste. “O fortalecimento da nossa identidade assegura a participação dos membros das mais diversas comunidades espalhadas no estado de Goiás e no Distrito Federal, na vida da Igreja”, afirmou o coordenador de pastoral da Diocese de Uruaçu, padre Francisco Agamenilton Damascena. Uma identidade forte, conforme as reflexões, é importante para que os agentes de pastoral nas bases participem também da vida do regional. O fruto disso, conforme o secretário executivo do regional, padre Eduardo Luiz de Rezende, é proporcionar a articulação de propostas para serem implantadas nas bases. Já o coordenador da Comissão Regional de Presbíteros (CRP), padre Mauro Francisco dos Santos, destacou em sua intervenção, que o regional gera compromisso que precisa ser traduzido para a realidade de cada diocese.

Durante o encontro, o coordenador da Pastoral da Comunicação (Pascom) e membro da Comissão Permanente de Avaliação, irmão Diego Joaquim, propôs a partilha de três questões que ajudaram os participantes da reunião a refletirem sobre as perspectivas pastorais do regional: Que instrumentos práticos podemos propor para os coordenadores em relação à articulação pastoral? Qual a nossa motivação prática para a nossa participação no regional? Como ajudar os bispos a terem clareza do papel do regional? Diversas respostas foram apresentadas, entre elas: conhecer nossos coordenadores de pastorais, para que eles, conhecendo o regional, sejam motivados a participar; a evangelização; Jesus Cristo, como centro da vida da Igreja; a comunhão entre as dioceses; e encaminhamento de iniciativas pastorais aos bispos, para que eles estejam cientes da articulação pastoral no regional.

Ficou agendado para os dias 9 a 11 de agosto, um curso de formação para os coordenadores de pastoral do regional, com assessor e local a serem confirmados.

Ano da Família

Ao fim do encontro, a Pastoral Familiar, por meio de sua coordenação: Maria Dóris e Leônidas Magalhães, apresentou a proposta de vivência do Ano da Família 2018. De acordo com eles, ao longo do ano, todas as dioceses serão visitadas. Eles destacaram que o tema do Ano Regional da Família, “O Evangelho da família, alegria para o mundo”, e o lema do Ano Nacional do Laicato, “Cristos leigos e leigas, sujeitos na Igreja em saída, a serviço do Reino”, se complementam, por isso é possível e importante que se viva as duas propostas em unidade. “O bispo presidente da Comissão Episcopal para a Vida e a Família da CNBB, Dom João Bosco Barbosa de Sousa, explicou que a Sagrada Família foi escolhida para compor o cartaz do Ano Nacional Laicato, porque esta nos faz compreender o sentido de ser família. Ali tem o pai temente a Deus, o filho que ouve o seu Pai e a mãe que responde ao chamado vocacional”, afirmou. Maria Dóris disse ainda que o Ano Regional da Família será uma rica oportunidade de evangelizar as famílias a partir de encontros, congresso e refletir sobre mães santas, bem como levar a temática proposta para todas as comunidades das mais diversas paróquias presentes no regional.

O 6º Congresso Regional da Pastoral Familiar deve acontecer nos dias 7 a 9 de setembro, no Centro Pastoral Dom Fernando (CPDF), em Goiânia. O evento se realizará no mesmo estilo do Encontro Mundial das Famílias (EMF), com palestras e testemunhos, com foco na família. O evento será aberto no dia 7 com a Peregrinação das famílias do regional ao Santuário Sagrada Família.

A próxima Reunião de coordenadores diocesanos e de pastoral, e presidentes de organismos, do regional deverá acontecer no dia 11 de agosto.

AGENDA CNBB

22 Out

Na sede do Regional Centro-Oeste, em Goiânia.

23 Out

Na sede do Regional Centro-Oeste, em Goiânia.

24 Out

Na sede do Regional Centro-Oeste, em Goiânia.

Dioceses

goiania luziania rubiataba uruacu Brasilia Formosa itumbiara anapolis Sao-Luis goias Militar jatai ipameri

Arquidiocese de Goiânia

Diocese de Luziânia

Diocese de Rubiataba

Diocese de Uruaçu

Arquidiocese de Brasília

Diocese de Formosa

Diocese de Itumbiara

Diocese de Anápolis

Diocese de São Luís

Diocese de Goiás

Ordinariado Militar do Brasil

Diocese de Jataí

Diocese de Ipameri

© 2018 CNBB Centro-Oeste - Todos os direitos reservados

Rua 93, nº 139, Setor Sul, CEP 74.083-120 - Goiânia - GO - 62 3223-1854